Mês: novembro 2014

Até o fim

Os naufrágios são microcosmos da aventura da vida humana. Sempre há tempestades, tubarões, escassez, riscos. Aqui e ali surgem recursos, nutrição e entusiasmo. Sol, chuva e ventanias.

Até o fim, filme sem diálogos e de apenas um personagem, é didático ao mostrar essa relação.

arte e esporte

É comum o bom atleta ter estilo, criatividade, técnica e dedicação – elementos também adequados ao bom artista. Enquanto o esporte simula as tensões da vida, com disputas e formulação de vencedores e derrotados, a arte critica a vida, mesmo quando a simula. Mas em ambos os casos há nobreza: sempre é bom simular a vida e então vivê-la diferentemente.

Melville

Comecei Moby Dick, de Melville. O interesse é menos por baleias e mais pelo autor, que fez a obra-prima Bartebly, o Escrivão – um sujeito peculiarmente interessante, pois desdenhoso e desobediente, embora burocrata. Não é que o velho Herman tem uma cara barteblyana? Hmm… Desdenhoso e burocrático. Vamos à baleia!