Mês: maio 2015

Metafísica do Amor

Li a Metafísica do Amor, de Schopenhauer – o carrasco do lirismo. Percebam: “O fato de um homem estar enamorado produz frequentemente fenômenos cômicos, e às vezes trágicos; em ambos os casos porque ele, possuído pelo espírito da espécie, é agora dominado por este e não mais se pertence: assim, sua ação é inadequada à do indivíduo”. O “espírito da…